Carrinho de Compras: Quantidade:    ... vazio
uma Editora Independente
Notificação
NotificaçõesAvise-me de alterações A Morte é um Acto Solitário
Temas
Pesquisa rápida
Escreva aqui.
Pesquisa avançada
Destaques
A Firmeza das Convicções
A Firmeza das Convicções
32.73€
Editoras
Dizer a um amigo


Avisar alguém acerca deste produto
Informações
Quem Somos (ed)
Garantia (ed)
Livrarias
Expedição
Quem Somos
Garantia
Contactos
Início » Produtos » Ficção Científica e Fantasia » Nébula » 141692

A Morte é um Acto Solitário

de Ray Bradbury
20.69€
A Morte é um Acto Solitário
Clique para ampliar

— Sinto-me terrível. Já alguma vez pensou que algo de horrível vai acontecer, mas não sabe o que é?

Como é que as jaulas dos leões tinham ido parar ao canal, ninguém o sabia. Tal como ninguém parecia recordar-se de como é que os canais tinham ali surgido no meio de uma cidade velha que, de algum modo, caíra sob as ervas daninhas, as ervas que arranhavam todas as noites as portas, juntamente com a areia e os bocados de algas e os resquícios de tabaco dos cigarros lançados ao longo das margens, desde 1910.
Mas aqui estavam eles, os canais, e no fundo de um deles, numa corrente de água de um verde escuro e escumada por óleo, os antigos vagões de circo e as jaulas, descamando a sua tinta de esmalte branco e dourado e enferrujando os seus grossos gradeamentos de ferro.
Há muito tempo atrás, no início dos anos 20, estas jaulas tinham possivelmente desfilado pelas ruas, como refulgentes tempestades de Verão com animais deambulando no seu interior, leões abrindo as suas bocas e exalando hálitos quentes, cheirando a carne fresca. Parelhas de cavalos brancos arrastavam a sua pompa através de Venice e através dos campos, muito antes dos estúdios da MGM construírem as suas fachadas falsas e montarem um novo tipo de circo, o qual viveria para sempre em imagens cinematográficas.
Agora tudo o que restava do antigo desfile terminara aqui.

— A morte – disse a voz por detrás de mim, – é um acto solitário.

Ray Bradbury, autor-mito com mais de trinta obras, entre as quais as míticas Farenheit 451, Crónicas Marcianas e Cântico à Humanidade, é o mais genial e incontestável contista dos Estados Unidos da América. Com uma escrita marcadamente poética e envolvente, Morte é um Acto Solitário conduz-nos pelo brilho decadente que marca o fim de uma época de ouro — o Cinema Mudo. Um retrato da tristeza e da solidão que atrai a morte em Venice, Califórnia.

Título original: Death is Lonely Business
Tradução: Maria João Freire de Andrade
Colecção: Nébula
Pp.: 248
Formato: 14 cm x 21 cm
ISBN: 978-972-1-05282-6
Data de edição: Setembro de 2003
 

 



20.69€
Produto adicionado ao nosso catálogo em segunda-feira, 05 de setembro de 2005.
Opiniões
Clientes que compraram este produto também compraram
A Neve Caindo Sobre os Cedros
A Neve Caindo Sobre os Cedros
A Medicina Psicossomática
A Medicina Psicossomática
Os Iogas
Os Iogas
Em Busca do Tempo Perdido - III - O Lado de Guermantes I
Em Busca do Tempo Perdido - III - O Lado de Guermantes I
A Farsa
A Farsa
Senhor e Servo
Senhor e Servo

(De segunda a quinta-feira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00)

RUA FRANCISCO LYON DE CASTRO N.º 2 

Informações sobre livros ou encomendas contacte através do e-mail:
livreiros@europa-america.pt